Manuais – Auditoria Interna 28  Collection home page

Logo

Subscribe to this collection to receive daily e-mail notification of new additions RSS Feed RSS Feed RSS Feed
Collection's Items (Sorted by Issue Date in Descending order): 1 to 20 of 28
Issue DateTitle???itemlist.dc.description.abstract???
Jun-2020Metodologia de contabilização de benefícios da ​Auditoria Interna Governamental do Poder Executivo Federal​ [apresentação]Breve histórico da evolução das normas de benefícios financeiros e não financeiros, importância, orientações e exemplos.
May-2020Modelo - Avaliação de Maturidade da Gestão de Riscos (ANEXO III)Contém itens de verificação que auxiliam na Avaliação de Maturidade da Gestão de Riscos.
May-2020Modelo - Matriz de Riscos: tabela Excel (ANEXO IV)Planilha Excel que possui abas que auxiliam identificar os riscos durante o processo de auditoria.
May-2020Modelo - Documentação do universo de auditoria visão geral: objeto de auditoria (ANEXO II)Descrimina o Objeto de Auditoria, Universo de auditoria da Unidade ou da Área de Atuação Governamental.
May-2020Orientação prática: plano de auditoria interna baseado em riscosEsta Orientação Prática tem por objetivo auxiliar as Coordenações-Gerais de Auditoria da Secretaria Federal de Controle Interno (SFC) e as Controladorias Regionais da União nos Estados a realizarem o Planejamento Anual da Atividade de Auditoria Interna Governamental.
May-2020Modelo - Entendimento do Contexto (ANEXO I)Contém itens que auxiliam na identificação do universo de auditoria estudado, seja da Unidade ou da Área de Atuação do Governo.
Dec-2019Manual de Contabilização de Benefícios - SFCO embasamento normativo do presente manual é a Portaria nº 4.044 [de 18 de dezembro] de 2019, que instituiu a sistemática de quantificação e registro dos benefícios do controle interno e dos prejuízos identificados.
7-Nov-2019Relatório de Gestão: guia para elaboração na forma de relatório integradoEste guia orienta os responsáveis pelas unidades prestadoras de contas (UPCs) para elaborar seus relatórios de gestão (RGs) na forma de relatório integrado. O RG é a peça central da prestação de contas que os responsáveis pela gestão de recursos públicos devem realizar a cada exercício. Seu objetivo principal é oferecer uma visão clara para a sociedade sobre como a estratégia, a governança, o desempenho e as perspectivas da UPC, no contexto de seu ambiente externo, levam à geração de valor público em curto, médio e longo prazos, além de demonstrar e justificar os resultados alcançados em face dos objetivos estabelecidos.
Apr-2019Auditoria de Pessoal - Perguntas e RespostasCartilha de perguntas e respostas na área de análise de atos de pessoal.
Mar-2019Orientação Prática: relatório de auditoriaEsta orientação, aprovada pela Portaria n. 1.037, de 8 de março de 2019, estabelece diretrizes e orientações relativas à elaboração e apresentação dos relatórios de auditoria produzidos no âmbito da Secretaria Federal de Controle Interno e das Controladorias-Regionais da União nos Estados.
Feb-2019Manual Operacional de DronesTrata-se do Manual Operacional de Drones, elaborado por servidores da Controladoria Regional da União no Estado do Paraná (CGU-R/PR).
2019Orientação Prática: Relatório de AuditoriaEsta “Orientação Prática”, tendo em vista a importância da comunicação de resultados e a necessidade de se contribuir para o alcance de elevada qualidade dos relatórios emitidos pela CGU, tem como objetivo principal promover a competência profissional dos auditores nessa etapa, em conformidade com os princípios que pautam a prática da atividade de auditoria interna governamental, nos termos do item 38 do Referencial Técnico da Atividade de Auditoria Interna Governamental, quais sejam: a) proficiência e zelo profissional; b0 qualidade e melhoria contínua; e c) comunicação eficaz.
Aug-2018Manual de Contabilização de BenefíciosO embasamento normativo do presente manual é a Portaria nº 1.276, de 05 de junho de 2017, que revogou a Portaria n.º 2.379/2012, e a Portaria n.º 1.410, de 28 de junho de 2017, que instituíram a sistemática de quantificação e registro dos benefícios do controle interno e dos prejuízos identificados.
Aug-2018Manual de Orientações Técnicas da Atividade de Auditora Interna Governamental do Poder Executivo Federal: IN SFC n. 08, de 06 de dezembro de 2017Apresentação realizada na XVI Semana de Discussões Técnicas, promovida pela SFC/CGU, em agosto de 2018. A palestra fala do Referencial Técnico da IN SFC nº 03/2017; do Manual de Orientações Técnicas da Atividade de Auditoria Interna Governamental (IN SFC nº 08/2017) e dos Procedimentos e Políticas para orientação dos trabalhos de auditoria.
Aug-2018Manual de Auditoria de Obras Públicas: Parte II (Procedimentos)Este Manual de Auditoria de Obras Públicas está dividido em duas partes, uma pública, passível de ser disponibilizada ao público externo - Parte I - Processo de Trabalho e Gestão Paradigma, e outra restrita, passível de ser utilizada exclusivamente no âmbito do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal - Parte II - Procedimentos. A Parte II do presente manual traz procedimentos aplicáveis às auditorias de obras (gerais e por tipologia). No primeiro grupo, são consignados testes voltados a qualquer tipologia de obra, segregados por fase de consecução. O segundo grupo traz procedimentos para verificação da ocorrência de falhas recorrentes e relevantes associadas a determinada tipologia de obra.
Aug-2018Manual de Auditoria de Obras Públicas: Parte I (Processo de Trabalho e Gestão Paradigma)Este Manual de Auditoria de Obras Públicas está dividido em duas partes, uma pública, passível de ser disponibilizada ao público externo - Parte I - Processo de Trabalho e Gestão Paradigma, e outra restrita, passível de ser utilizada exclusivamente no âmbito do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal - Parte II - Procedimentos. A Parte I encontra-se disposta em dois capítulos: o Capítulo 1 descreve os processos de auditoria da gestão das obras públicas, delineando as atividades a serem desenvolvidas nas fases da ação de controle consubstanciadas no planejamento, execução e relatoria. No Capítulo 2, é apresentado um compêndio de boas práticas de gestão relativas às fases de consecução de uma obra pública: planejamento, contratação, execução e recebimento de obras na administração pública.
Aug-2018Manual de BenefíciosDentre os objetivos estratégicos previstos no Mapa Estratégico da CGU, encontra-se o de “ampliar a apropriação dos resultados dos trabalhos da CGU pelas partes interessadas, inclusive por entes federativos”, e se coaduna com tal objetivo a metodologia, criada em 2012, para a quantificação e registro dos benefícios do controle interno, a qual visa: • Padronizar a sistemática de apuração de economia/prejuízo adotada pela Instituição; • Permitir a prestação de contas à sociedade sobre os resultados alcançados pela Instituição; e • Assegurar que os resultados divulgados sejam efetivos e possam ser comprovados, ou seja, garantir que estejam suficientemente evidenciados.
Mar-2018Manual de Auditoria Anual de Contas [versão março/2018]Este manual tem por objetivo orientar as Unidades de Controle Interno - UCI - quanto à organização, à interlocução interna e externa (gestores) e à forma de execução do processo de contas ordinárias dos gestores dos órgãos e entidades sujeitos ao Controle Interno no âmbito do Poder Executivo Federal.
Dec-2017Manual de Orientações Técnicas da Atividade de Auditoria Interna Governamental do Poder Executivo FederalO presente Manual destina-se a orientar tecnicamente os órgãos e unidades que integram o Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal (SCI) e as auditorias internas singulares dos órgãos e entidades do Poder Executivo Federal (Audin) sobre os meios de operacionalizar os conteúdos constantes do Referencial Técnico. Este documento, portanto, se propõe a indicar formas de colocar em prática os requisitos definidos, de modo a contribuir também para uniformizar entendimentos e práticas, sem, contudo, restringir a autonomia que cabe a cada UAIG no que tange à definição de seus métodos de trabalho, sistemas e modelos.
2017Manual CGU ProjetosO CGU Projetos é organizado de acordo com a estrutura organizacional da Casa, no qual CGU é o projeto maior e cada Secretaria é um subprojeto, e assim sucessivamente (diretorias e coordenações). A definição clássica de projeto determina que se trata de um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. Por definição, subprojeto é a parte menor de um projeto criada quando há a necessidade da subdivisão do esforço planejado em componentes mais facilmente gerenciáveis. No CGUProj, por ocasião da estrutura do sistema, trabalhamos com subprojetos, já que estes são vinculados às respectivas unidades que, em última instância, estão vinculadas ao projeto CGU.
Collection's Items (Sorted by Issue Date in Descending order): 1 to 20 of 28