Search


Current filters:
Start a new search
Add filters:

Use filters to refine the search results.


Results 1-10 of 29 (Search time: 0.004 seconds).
Item hits:
Issue DateTitle???itemlist.dc.description.abstract???
20-Aug-2018Metodologia de Gestão de Riscos da CGU: GR-RiscosA planilha de apoio à gestão de riscos da CGU traz a forma de registro das informações das etapas do processo de gerenciamento de riscos, previstas na Metodologia de Gestão de Riscos da CGU.
Sep-2017Curso de gestão de riscos e controles internos: PARTE V - Respostas aos riscos; apetite e tolerância ao riscoCurso de Gestão de Riscos e Controles Internos realizado pela Secretaria Federal de Controle Interno (SFC), entre os dias 20 e 29 de setembro de 2017, para o Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO). A capacitação teve como objetivo instrumentalizar os servidores em relação à Instrução Normativa Conjunta CGU/MP nº 1. Desenvolvido pelo órgão, o curso contempla uma abordagem teórica e estudos de caso específico para os treinandos. Na ocasião, a capacitação foi ministrada pelos auditores federais Karen Cristina Teles e Tiago Lucas de Oliveira Aguiar.
Aug-2018Bow-tie [Modelo]A bow-tie, ou gravata-borboleta, é uma ferramenta utilizada na etapa de análise do processo de gerenciamento de riscos, relacionando objetivo, risco e suas causas e consequências e os controles existentes. Na Metodologia de Gestão de Riscos da CGU, essa ferramenta é utilizada na etapa de Identificação e Análise.
9-May-2017Avanços e conquistas da gestão de riscos - parte 2Cerimônia promovida pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) junto com o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), que teve o objetivo de comemorar um ano de vigência da Instrução Normativa Conjunta 01/2016-CGU e MP, que dispõe sobre controles internos, gestão de riscos e governança no âmbito do Poder Executivo Federal.
Jan-2013Declaração de posicionamento do IIA: as três linhas de defesa no gerenciamento eficaz de riscos e controlesEsta Declaração de Posicionamento do IIA (Instituto dos Auditores Internos do Brasil) apresenta um modelo de três linhas de defesa no gerenciamento eficaz de riscos e controles: gestão operacional; funções de gerenciamento de riscos e conformidade; e auditoria interna. O modelo de três linhas de defesa é uma forma simples e eficaz de melhorar a comunicação do gerenciamento de riscos e controle por meio do esclarecimento dos papéis e responsabilidades essenciais. O modelo apresenta um novo ponto de vista sobre as operações, ajudando a garantir o sucesso contínuo das iniciativas de gerenciamento de riscos, e é aplicável a qualquer organização - não importando seu tamanho ou complexidade. Mesmo em empresas em que não haja uma estrutura ou sistema formal de gerenciamento de riscos, o modelo de três linhas de defesa pode melhorar a clareza dos riscos e controles e ajudar a aumentar a eficácia dos sistemas de gerenciamento de riscos.
2017Instrução Normativa Conjunta n. 01/16-CGU/MP: Controle Interno, Gestão de Riscos e Governança [Entrevista]Entrevista sobre a Instrução Normativa Conjunta MP/CGU 01/2016, concedida à Revista de Governança Pública, cujos entrevistados foram o Diretor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Walter Luis Araújo da Cunha, e o Auditor Federal de Finanças e Controle da CGU, atualmente cedido ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), Rodrigo Fontenelle de Araújo Miranda. Em 2016, a CGU e o MP publicaram a Instrução Normativa Conjunta 01. Esta INC dispõe sobre Controles Internos, Gestão de Riscos e Governança no âmbito do Poder Executivo Federal. Recentemente, a CGU lançou a Política de Gestão de Riscos (PGR). A iniciativa busca o cumprimento da Instrução Normativa Conjunta MP/CGU n. 01/2016. A PGR estrutura os processos da gestão de riscos, com o alinhamento aos planejamentos estratégico, tático e operacional, considerando também as características específicas e a cultura organizacional.
2017Como implantar a gestão de riscos nas organizações que se encontram em estágio inicial de governançaEntrevista com o Ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, concedida à Revista de Governança Pública, sobre como implantar a gestão de riscos nas organizações que se encontram em estágio inicial de governança.
22-Nov-2017Decreto n. 9.203, de 22 de novembro de 2017O decreto estabelece mecanismos de liderança, estratégia e controle para avaliar, direcionar e monitorar a gestão, com vistas à condução de políticas públicas e a melhor prestação de serviços à sociedade. Além de determinar a criação do Comitê Interministerial de Governança (CIG), o normativo traz diretrizes para aumentar a eficiência do setor público, baseado em princípios como capacidade de resposta; integridade; confiabilidade; melhoria regulatória; prestação de contas e responsabilidade; e transparência.O decreto prevê o prazo de seis meses para a Controladoria-Geral da União (CGU) estabelecer procedimentos necessários à estruturação, à execução e ao monitoramento dos órgãos e entidades. A iniciativa tem por objetivo a promoção e adoção de medidas institucionais voltadas à prevenção, detecção, punição e remediação de fraudes e atos de corrupção.
Aug-2017Metodologia de Gestão de Riscos - resultados alcançados e definições para a próxima faseApresentação sobre a aplicação da metodologia de gestão de riscos em processo de trabalho sob a gestão da Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (DIPLAD).
5-Apr-2018Gestão de Riscos da CGU [Apresentação de lançamento]Apresentação elaborada pela equipe da Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (DIPLAD) para o lançamento da Metodologia de Gestão de Riscos da CGU, ocorrido em 5/4/2018 no Auditório da CGU - Edifício Sede.